Author Topic: Processos de Insústria Quimica  (Read 5262 times)

Offline pedro.chainho

  • New Member
  • *
  • Posts: 4
    • View Profile
Processos de Insústria Quimica
« on: March 27, 2011, 16:15 »
Chamo Pedro Chainho e sou aluno do Instituto Superior Técnico, ando actualmente a familiarizar-me com o software, e a ideia seria aplica-lo a um determinado processo quimico: contudo vejo 2 problemas:

.Não vejo como implementar um reacção quimica como uma combustão que emite bastante CO2

.Muitas das reacções Quimicas, têm reagentes em que os dados não estão disponiveis.

Será possivel o tipo de abordagem que pretendo?

Cumprimentos
Pedro Chainho

Offline pbeilschmidt

  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Posts: 586
    • View Profile
Re: Processos de Indústria Quimica
« Reply #1 on: March 31, 2011, 11:31 »
Olá Pedro,

não sei qual a versão ao que se refire a sua pergunta. \'Umberto 5\' ou \'Umberto for Carbon Footprint\'?

O Umberto 5 é uma ferramenta de modelização que permete todo tipo de calculos de sistemas de processos (produção, produção quimica, gestão de resíduos, etc.) baseado em redes gráficos. A programa contem tambem um reactor quimico que permete a definição de reacções quimicas. Porém, como a programa não se destina unicamente à industria quimica, a lista dos materiais não inclui todas as substancias e reagentes que existem. Você pode facilmente definir os materiais que você pretende utilizar no seu projeto.

O \'Umberto for Carbon Footprint\' pode ser visto como o \'Umberto 5\' limitado, que se destina unicamente ao calculo de pegada de carbono. É facil definir uma reacção quimica (p.ex.) combustão que emite CO2. Basta definir as entradas e as saídas. Se faltam substancias ou reagentes pode definir-os na lista dos materiais. Nas saídas pode limitar-se em definir somente as substancias que tem um impacto no efeito de estufa (GWP). Eles estão todos definidas junto com os valores CF segundo o IPCC 4th report na lista de materiais. Se quiser pode adicionar tambem otras substâncias, mesmo eles não ter papel no calculo de pegada de carbono (p.ex. para guardar o balanço de massa).

A sua otra pergunta refira-se à disponibilidade de dados sobre \"reagentes em que os dados não estão disponiveis\". Não sei se tenho entendido bem. Você está buscando o carbon footprint de determinadas substâncias? Existem vários bases de dados, como o ecoinvent (o valor GWP destas 4000 processos está incluído no \'Umberto for Carbon Footprint\'), ICE v2.0, Bilan Carbon de ADEME, etc.. ACVs publicados podem tambem servir como fonte. Para o resto, para as substâncias par os quais não consegue encontrar valores, pode contactrar com os fornecedores destas substancias.
A última solução que fica, é modelar a produção desta substâncias e calcular as pegadas de carbono delas. Para um bom trabalho científico (como você, sendo aluno do IST, instituto de alta reputação, provavelemente sabe) esta última solução é a solução preferida: um bom trabalho de pesquisa.

O \'Umberto\' e o \'Umberto for Carbon Footprint\' podem certamente servir como ferramentas no seu trabalho.

O nosso parceiro para Umberto em Portugal, a CEIFA ambiente, está disponível para mais perguntas.

Atenciosamente,

Peter
------------------------
Peter Müller-Beilschmidt
myUmberto Moderator
ifu Hamburg GmbH

Offline pedro.chainho

  • New Member
  • *
  • Posts: 4
    • View Profile
Re: Processos de Indústria Quimica
« Reply #2 on: March 31, 2011, 13:26 »
Caro Peter Muller

Agradeço bastante a atenção que me disponibilizou.
As ideias que me transmitiu serão muito úteis. Referia-me apenas ao Umberto for carbon footprint, pois parece-me que para um primeira aproximação é adequado.
Realmente, uma boa simulação para as reacçoes quimicas que não podem ser implementadas é controlar que tipo de materiais serão são produzidos, sem me preocupar tanto com a lei de conservação da massa.

Grato Pela atenção
Pedro Chainho